Pular para o conteúdo principal

Postagens

alto & baixo

Barreiro - BELO HORIZONTE, MG * Todos fogem, querem mudança em sua mesmice, novos degraus com textos e tetos, de um modo ou de outro, sentem que a vida é minuto, frutas murcham depressa, animais logo estão cada vez mais sisudos e mal-humorados, e assim chegam às monstrópoles, às suicidades. * Darlan M Cunha  
Postagens recentes

tetos de vidro

       Nos dias de hoje parece não haver como uma pessoa pode se proteger de inúmeros avanços ou ataques ao sossego, à soberania de sua casa, ao sono necessário a uma boa saúde geral, e assim o teto e as paredes são inúteis, o rei está nu, suas mensagens mais simples já podem ser interceptadas e, pior, deturpadas, seus patrimônios cheios de sangue, suor e lágrimas podem estar à mercê de transfiguradores, ou seja, de amigos do alheio.      O respeito morreu em definitivo, não haverá retorno nesta questão, todos estão felizes pela metade, ou nem isso, e assim é preciso dizer e fingir que está tudo bem no seio da parafernália eletrônica, desta simbiose nefasta, desta mímese com pele de perigos. * Darlan M Cunha

<ímã>

A aldeia tem suas travas, e também seus vasos comunicantes, ou veias, a aldeia pulsa igual e diferente todos os dias, igual e diferente, atraindo todos os graus da vontade consciente e da curiosidade, as aldeias transformaram-se em monstrópoles e suicidades, e porque vieram para ficar, elas verão o fim do mundo. Darlan M Cunha  

impasse

  Antiga fábrica de cimento Portland / Itaú. Contagem, Minas Gerais, Brasil. * Algumas vezes ao dia, todos os dias, durante um longo mas indeterminado tempo, fez das tripas coração, até que este diluiu-se até desaparecer; nenhum rastro de sentimento, pudor, a calefação natural dos seres não lhe dizendo nada. Mora aqui, ao lado, noutro cômodo, uma criatura minha sósia, nascemos no mesmo instante, siameses completos, presos inclusive pela cabeça, e menos pelos cérebros. Entenda. Darlan M Cunha
  TREM DOIDO DE BOM     Lembrei-me, neste instante, de um termo jocoso, bem capiau, daqueles que deixam o cabra assim meio na dúvida, ou seja, se está sendo gozado, ou não, porque é mesmo engraçado, simplório. - "O senhor tem canivete aí, do tipo de folha larga, assim de um dedo de largura, bom pra picar fumo, e outras coisas ?" - "Bão, tê, tem, mais já acabô. Mais iêu vô di pudê incumendá pro Snhô Voismicê lá na capitá Béózônti, qui daqui trêis día, sem saculejo di atrazo, já tá aqui incima du barcão, prontim pra Vossa Sinhuria fazê uso do bichão, qui é mêrmo muito bão." - "Pois o senhor me faça o favor de pedir um para mim, de preferência com cabo de madrepérola, mas se não tiver, que seja de cabo de osso." - "Será feito, patrão. Agradicido."   _  Darlan M Cunha